SEJAM BEM VINDOS...

Obrigada pela visita. O objetivo deste blog, é levar um pouco mais de conhecimento sobre a vida dos nossos amiguinhos e partilhar destas informações com pessoas interessadas em conhecer e/ou colaborar comigo e meus leitores , podendo assim, ajudarmos de forma mais presente os nossos bichinhos... Vamos aprender e atuar juntos! Esta é a proposta... carinho a todos =(*.*)=

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

EXPERIÊNCIA VIVIDAS COM ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO - por Maristela Villadal


Buratê
Sempre fui a favor de se adotar um animalzinho a comprá-lo de alguém.
Tigre
A simples idéia de se comprar um animal de estimação, me remete ao tempo que se aprendeu na escola sobre o tempo dos escravos, onde negros eram comercializados como "animais" na íntegra da expressão, sem o menor escrúpulo...  (até porque, acreditava-se naquela época que negros não tinham alma!!!), por sorte, o conceito sobre os animais nos dias de hoje, também sofreram mudanças, havendo mais entendimento dos seres humanos em relação as animais de forma geral.
Durante toda a minha vida, embora desejasse muito ter um
animalzinho de estimação, era quase impossível, porque minha mãe sofria de asma cronica e, dentre muitas das alergias, uma delas me atingia diretamente: a por pelos de animais. 
Kyara
Em um momento da minha vida, consegui comprar um sítio na zona rural de Votorantim, em São Paulo, em sociedade com uma grande amiga desde a infância, Vanda Lúcia Guerra da Silva e, bem, adivinhem... a primeira aquisição foi um filhotinho vira-lata mestiço de akita com husk siberiano, totalmente branquinho, que passamos a chamá-lo por BURATÊ, um ano depois adotamos um filhote de fila brasileiro, tigrado de cinza e branco, que fora expulso dentre os deles por ter  nascido com olhos azuis..., passamos a chamá-lo por TIGRE, um ano e meio, mais ou menos, adquirimos duas filas brasileiras para fazer compania ao Tigre, na verdade iríamos pegar somente uma, mas a irmã nos olhou com aquele olharzinho de "me leva também, vai?", que não resistimos e acabamos por
Elka
levar as duas, a ELKA e a KYARA, sendo a Elka tigrada de marron e preto e a Kyara preta com a ponta do rabo e o peito brancos.
Após estarmos de propriedade responsável pelos quatro mais novos membros da família, tivemos momentos de muitas alegrias e diversos momentos de puro ensinamento do amor verdadeiro... A partir de décimo ano, a contar da vinda do Buratê para nossas vidas, começaram a aparecer as doenças e  também  a parte mais difícil de todas ao se criar um bichinho de estimação..., iniciou-se o processo da despedida e partida obrigatória de alguns membros desta grande e harmoniosa família até então instalada neste espaço...
O grande ciclo da vida, aconteceu na seguinte ordem: Tigre, Buratê, Kyara e Elka... todos com diferença de meses entre a partida de um e de outro, nos parecia até que eles não estavam suportando a falta que um fazia para o outro, percebíamos mediante aquela situação, que não era previlégio nosso, dos humanos, o sentimento da falta de quem tanto amamos... eles foram indo um a um, como se fosse uma enorme corrente de elos bem fortes e, onde só havia um pequeno espaço entre eles, para não ser tão insuportável para nós a privação da compania de cada um dos nossos amiguinhos...
Podemos falar por experiência vivida em de cada uma das situações de despedida dos quatro, que existe sim uma alma em cada ser vivo deste planeta, e que, mesmo sendo questionado por muitos, devemos admitir que eles só não falam a nossa língua, mas nos entendem mais do que a muitos outros seres humanos com quem convivemos na família e conhecidos ao nosso redor...
Irei escrever outras postagens, descrevendo como foi a despedida de cada um deles, e, deixarei assim, que cada um dos leitores deste blog, tirem a sua própria conclusão: será que animais também têm alma?...


contribuição da administradora deste blog Maristela Villadal

Um grande carinho a todos vocês...

=(*.*)= 

Um comentário:

  1. Muito linda a historia deles, eu creio é peço muito ao DEUS de toda vida q os animais tenham alma e a eternidade depois desta vida, pois p mim é insuportável,, desesperador pensar que não,,.mas creio mto no amor e na justiça DIVINA,..amém,

    ResponderExcluir